[ editar artigo]

Tinha que ser MULHER!

Tinha que ser MULHER!

Se você é mulher e já ouviu isso, é provável que já tenha se sentido diminuída por alguma razão. Se você é homem e já disse isso, esse texto é pra você. Talvez você descubra coisas bem interessantes por aqui.

Tudo começa com uma necessidade. Uma necessidade pessoal que em comunidade se descobre que não é tão pessoal assim. Daí surge um sonho que em comunidade se descobre que sonhos existem para serem reais.

Eu sou a Carol Salgado (mas sou um doce de pessoa) e esta história, embora já tenha começado a muito tempo e por mulheres que nunca vi, teve um  novo começo em mim. Boa parte da minha existência julguei que eu não era boa o suficiente (para quase tudo) e aceitei os padrões sociais desiguais que nos cercam. Um dia eu comecei a descobrir que o conformismo não me levaria a nenhum lugar e observei que muitas mulheres incríveis foram aos poucos abrindo meus olhos. Porém muitas outras ainda precisavam disso. 

Após idas, vindas, tropeços, erros e acertos - todos eles muito importantes na caminhada - surge o  "Tinha que ser Mulher", termo usado tantas vezes de maneira pejorativa.  Bora ressignificar? 

O movimento Tinha que ser MULHER surge, não para segregar gênero mas, para fortalecer mulheres em toda a diversidade possível de dentro para fora e de fora para dentro. Ele vem para nos dizer que podemos ser frágeis e isso não é fraqueza. Que nosso jeito amoroso e cuidadoso é diferencial competitivo. Que nossa garra, sempre subjugada, dá resultados nos lares, em nós mesmas e nos negócios, seja ele qual for. 

No primeiro parágrafo do nosso manifesto é possível compreender nossa propósito e para onde direcionamos nossa "teimosia":

"É o amor que nos move. Essa fé de acreditar na humanidade. Essa crença de que toda grande transformação no mundo começa com a transformação de dentro. [...] Optamos por crescer junto."

Ok, ok! Essa última frase não faz parte do primeiro parágrafo, mas entendi que resume bem o que queremos. 

Ainda estamos nascendo, mas já existimos a muito tempo e em muitos corações. Estamos comprometidas com as ODS´s 4 e 5 da ONU - Educação de Qualidade e Igualdade de Gênero, respectivamente. 

E se você é homem e chegou até aqui, o meu MUITO OBRIGADA. Esse movimento só existe porque temos sim uma necessidade de nos fortalecer enquanto mulheres para lidar com o mundo aqui fora que costuma ser bem cruel conosco. Vocês têm espaço de discussão em nosso grupo e alguns de nossos encontros serão abertos para todos. Somos esposas, mães, irmãs e os números mostram que ainda é necessário que tenhamos força conjunta para superar as inúmeras desigualdades e é por isso que somos uma comunidade fechada para mulheres. 

Este é o meu convite para que você, que está lendo, conheça um pouco mais do nosso universo que é tão extenso.

Eu, Carol, sou a fundadora da comunidade e tive ajuda. MUITA. Vou deixar aqui nossos canais (ainda em construção) e contato. 
Sejam bem-vindos!

http://tinhaquesermulher.com.br/
Instagram - https://www.instagram.com/tinhaqueser.mulher/
contato@tinhaquesermulher.com.br

Um abraço,
Carol Salgado

Lideres de Comunidade
Carol Salgado
Carol Salgado Seguir

Idealizadora do Tinha que Ser Mulher! Sou sonhadora e acredito nas pessoas. Acredito no poder do coletivo e na força feminina de afeto, acolhimento e amor.

Ler conteúdo completo
Indicados para você