[ editar artigo]

Por que sua Startup precisa de um Community Manager?

Por que sua Startup precisa de um Community Manager?

O papel de um gerente de comunidade (ou do inglês, Community Manager) é bastante amplo e que, se reconhecido como uma parte essencial do arsenal de marketing da empresa, pode beneficiar muito as startups. A sua função inclui a criação de conteúdo, coordenação de eventos, desenvolvimento de negócios e oferecer suporte ao cliente.

Para uma startup gerar conhecimento sobre seu produto ou serviço, um gerente de comunidade pode ser crucial. Como você pode vender seu produto/serviço se as pessoas não sabem quem você é? Embora os grandes departamentos de marketing possam abordar sobre essa geração de conhecimento por meio de táticas B2B ou B2C, um community manager pode abordar o marketing a partir de uma abordagem P2P.

O que é uma comunidade?

A comunidade pela qual um community manager é responsável pode variar, mas geralmente elas são formadas por clientes e consumidores de uma startup, organizações colaborativas, outras empresas e até membros internos de sua equipe. O objetivo final de um gerente de comunidade é expandir sua comunidade.

Aqui estão 3 razões pelas quais uma startup deve considerar a contratação de um gerente de comunidade:

Eles são uma extensão da sua marca

Empresas sem um rosto/identidade estão ultrapassadas. As pessoas anseiam por familiaridade; elas querem ver um rosto reconhecível e associá-lo à sua marca.

O community manager gerenciará todos os seus canais sociais. A comunicação deles terá que ser sobre a marca, e o conteúdo – de tweets a fotos – também deve refletir a marca. Essa é outra razão pela qual eles precisam entender e se adequar à cultura da empresa.

Eles se envolverão com as pessoas e serão um ponto de contato pessoal e online para as pessoas da sua comunidade.

Eles podem facilitar parcerias significativas

A figura do CEO de uma startup é muito importante, porém, quando a empresa começa a crescer, os líderes podem não ter tempo para participar de todos os eventos do setor ou oportunidades de networking. É aqui que um gerente de comunidade pode brilhar.

Essa posição não deve ser confundida com um vendedor, cuja responsabilidade é gerar mais negócios (embora as parcerias que um gerente de comunidade facilite tenham o potencial de ajudar a gerar novos negócios).

Em suma, um community manager é alguém que se aproxima e para quem as pessoas se comunicam, a fim de formar novas conexões que, no futuro, criarão um benefício mútuo que ajuda duas startups a colaborar entre si.

Eles podem monitorar a ‘saúde’ e seus membros internos e externos da comunidade

Nos estágios iniciais de uma startup, talvez não exista a figura de um profissional de RH dedicado, alguém supervisionando como as pessoas da sua comunidade se sentem.

Garantir que a cultura da empresa seja vivida autenticamente dentro de uma empresa é responsabilidade do CEO, mas em um nível mais abaixo, também pode ser atribuída a um gerente de comunidade. Um community manager pode garantir que as pessoas estejam confortáveis e prosperando no ambiente do escritório.

Um gerente de comunidade também pode verificar com as pessoas e garantir que elas estejam se adaptando bem à comunidade. Eles ajudam a integrar novos membros para garantir que se sintam bem-vindos. Eles organizam eventos e coordenam iniciativas comunitárias para ajudar todos a se sentirem incluídos.

Enfim, o papel de um Community Manager vai muito além de um gerenciamento de mídia social.

Lideres de Comunidade
Ler conteúdo completo
Indicados para você